Família Zombie

Há duas coisas macabras que amo: caveiras/esqueletos e zumbis.
Minha paixão por caveiras começou cedo. Mas não é toda caveira que me atrai, não gosto das masculinizadas e nem das agressivas. Por isso meu nome de guerra na internet tem "Skull" no sobrenome. Já postei essa história aqui.

Eu sempre fui uma pessoa silenciosa. Magrela e de passos leves. Posso entrar ou sair de ambientes tão silenciosamente que às vezes as pessoas nem percebem que passei por ali ou tomam um susto. Por conta disso - e de eu levantar de madrugada pra beber água ou ir ao banheiro, minha mãe tem a mania de me chamar de  "Fantasma". 

Mas como sou dramática e adoro romantizar e aterrorizar as coisas, acho que estou mais pra zumbi do que pra fantasma. Zumbis são mortos-vivos que, segundo a crença popular brasileira, vagueiam pelas casas em altas horas da noite. Ou ainda, são um morto reanimado (como Frankenstein!) que vive em estado catatônico. A lenda dos zumbis tem origem na África e um dos lugares onde a crença é mais forte, é no Haiti. Dizem que a lenda se originou de um tipo de veneno que faz alguém parecer que está morto, mesmo que esteja vivo. 

Fã de de filmes de terror, quando comecei a me aprofundar no univeso terrorífico cinematográfico de antigos diretores George A. Romero, os zumbis ganharam minha atenção. Por questão de identificação da "silenciosidade do vagar noturno e assustar pessoas".
Ah, por favor não pensem que eu sou uma louca demoníaca, nããõoo. Isso é apenas uma forma de fantasia, de fugir da realidade de vez em quando. Quem nunca se sentiu meio zumbi quando perdeu alguém que amava ou algum bichinho de estimação? Creio que todo mundo! Acho que as pessoas que também são fãs de filme de terror me compreendem. Há pessoas que amam vampiros, outras que amam lobisomens e outras que amam zumbis. Há ainda algum outro ser fantástico que não citei?

Eu fiz uma ilustração de mim mesma onde sou uma zumbi com cara de caveira e com um super look rock n roll sexy! Uuuiiii!! Pensei até em tatuar.

Mas olha, tem uma família que eu adoooro e que tem Zombie como sobrenome artístico.
Claro, é o Rob Zombie e sua esposa Sheri Moon Zombie (dá pra acreditar que ela tem 40 anos? Parece beeem mais jovem!). Acho que o casal super combina. Adoro-os! Os dois amam o universo terrorífico e fazem filmes juntos. 
Afinal, família que aterroriza unida, permanece unida.


Dio e That Metal Show

O programa That Metal Show da VH1 Brasil é um dos meus programas preferidos, que eu não perco um episódio e ainda assisto todas as reprises. 
Por motivos óbvios: é o único programa de TV que fala exclusivamente de Hard Rock e Heavy Metal.
Este fim de semana reprisou o episódio que teve participação do Dio e é incrível como, mesmo após quatro meses ainda fico com os olhos cheios de lágrimas ao lembrar que ele partiu. Puxa, eu cresci com o Dio! Nem lembro quando o ouvi pela primeira vez, já que venho de uma família de roqueiros e o rock/hard rock/heavy metal sempre esteve presente aqui em casa desde que me conheço por gente. 

O That Metal Show é apresentado pelo lendário radialista americano Eddie Trunk e tem entrevistas, comentários sobre cds/dvds e debates. A primeira temporada começou em 2008, atualmente está na quinta temporada e o VH1 Brasil está passando a segunda temporada. Já tá na hora de passar as outras, helloooow!!

Vamos ver quem já esteve no programa:
Primeira Temporada: Lita Ford, Yngwie Malmsteen, Mike Portnoy (baterista Dream Theater), Dee Snider e Jay Jay French (Twisted Sister), Mark Piazza (AC/DC), Ace Frehley (KISS), Geddy Lee e Alex Lifeson (Rush).

Segunda Temporada: Vinnie Paul (Pantera), Frank Belo (baixista Anthrax), Nuno Bettencourt e Gary Cherone (Extreme), Steve Kudlow e Robb Reiner (Anvil), Duff McKagan (Guns n Roses), Geoff Tate (Queensrÿche), Steve "Lips" Kudlow, Robb Reiner, G5 e Sacha Gervasi.

Está por vir (e que venha logooo) nas próximas temporadas que já foram gravadas: Rob Halford (Judas Priest), Chris Jericho, Overkill, W.A.S.P., Steve Vai, Hatebreed, Ratt, KISS, Megadeath, Aerosmith, Accept, Joe Lynn Turner, Quiet Riot, Iced Earth,  Brian Posehn, Winger,  Joe Satriani, Motorhead, Black Label Society, Alice Cooper, Rob Zombie, Dokken, Slayer.

Óbvio que, por ser um programa americano, e o Heavy Metal americano é  de estilo muito peculiar, os convidados são mais conhcidos, tradicionais e clássicos. Se fosse um programa europeu, com certeza haveria mais variedade e estilo de bandas, já que o Heavy Metal europeu é beeeem mais rico em estilos do que o HM americano.

Episódio com o Dio e Geezer Butler. Sorry, só achei em inglês sem legenda. Se quiserem ver com legenda espanhol tem aqui.



E um video que achei da bela homenagem dos fãs no funeral do eterno criador das mãos chifradas do Heavy Metal do site da Decibel Magazine.




E essa vai de brinde pra chorar: Jorn, song for DIO (esse vídeo vale a pena ver):



E claro, não podia faltar uma velha amiga dele (e minha também rsrsrs) Doro, cantando no Tribute to Ronnie James Dio que aconteceu em 12 de julho na Alemanha: