Quem acompanha este blog desde o começo dele, em 2010, pode estar estranhando a ausência de meus posts sobre bandas e/ou mulheres no rock. Pouco antes de pausar o blog em 2012, eu postei sobre a banda Djerv. Na época, ninguém falava da banda por aqui (eu sei porque vasculhei a internet brasileira em busca de infos e fãs) e aí... o blog pausou. 


Este ano o blog voltou focado mais em moda e estilo. Em 2012, quando pausei o blog, os blogs de Look do Dia alternativos eram praticamente inexistentes no Brasil, eu poderia citar apenas 2, no máximo 3.

Mas o motivo da ausência dos posts sobre música e bandas é porque eu amadureci muito neste quesito. Não sou mais aquela garota que curtia andar com o look headbanger todo dia. Não sei se isso é fase e um dia volta e não sei se por isso posso não ser mais considerada Tr00. O fato é que passou um pouco essa minha necessidade de andar de lycra cirrê e cinto de tacha todos os dias kkkkkk!! Claro que uso ocasionalmente!! Mas não é mais aquela coisa de "oh, preciso mostrar pro mundo que ouço metal!!"


Claro que ainda amo heavy metal. Mas parte de meu amadurecimento também se deu na área musical. Eu não idolatro mais músicos e bandas (exceto a Doro hehe), não me mato e não fico dura pra ir num show... eu hoje vejo o metal com mais senso crítico. Outra coisa é que comecei a ler mais sobre feminismo e desencantei com muitas bandas, atitudes, letras e comportamentos. Poucas bandas, de fato, porque também não dá pra parar de ouvir o que a gente curte especialmente a sonoridade, mas assim, não dou mais tanta bola pra ir shows destas bandas ou comprar cd, sou indiferente. Vendo machismo em letras ou em entrevistas... não consigo mais adorar pessoas com essa mentalidade atrasada.


Hoje seleciono bem mais os shows que vou e não tenho a necessidade de ficar lá na frente amassada. Tô preferindo ficar mais atrás ou pegar um mesanino/camarote. "Curtir" pra mim, agora significa realmente me divertir num show. Antes eu ficava lá na frente, prensada, levando cotoveladas de pessoas que queriam tirar fotos ou filmar, firmando meus pés no lugar pra não roubarem meu espaço e no dia seguinte acordar dolorida não pelo show em si, mas pela luta pelo lugar. Bem.. era desgastante. Eu sou uma pessoa pequena, não compensa mais pra mim essa situação. Não digo que eu não vá mais pegar uma grade, mas hoje não é minha prioridade. 

Eu nunca fui muuuito de baixar  música. Baixava sim albuns de female metal/hard rock dos anos 70/80/90 por serem materiais dificieis e baixava também bandas atuais. Mas comparado com outras pessoas eu não baixava tanto assim. Entre 2012 e 2013, parei de baixar, escutava só o que eu já tinha e resgatava às vezes umas bandas que ouvia 10 anos atrás. Eu continuo, hoje, ainda não ouvindo mais tanta música, mas não me interpretem mal, o que eu quero dizer é que eu não baixo mais musica há tempos, consequentemente não posso falar sobre cds novos ou dvds novos de x banda ou uma outra banda y que descobri. Pode ser que meu hábito por vasculhar e ouvir novas bandas e novos álbuns volte...
 
Eu também falava mais de décor aqui no blog, mas percebo que hoje em dia, tumblr, pinterest e facebook proliferam as imagens e idéias de decoração com muita velocidade e tudo se torna meio que "já visto", "já sabido" e eu penso que só vale a pena postar sobre isso novamente se for algo que realmente me impressionou ou que me trouxe alguma história à mente. 
O blog, até 2012, tinha assuntos mais abrangentes porque o facebook, o tumblr e o pinterest, à recém estavam se popularizando e "roubando" esse espaço dos blogs.

Eu não quero que esse blog fique SÓ sobre look do dia, mas vocês sabem... essa é a vibe atual!! Eu estou curtindo o momento! Um dia, como todos os modismos, os Looks passam e outro tema será foco nos blogs!
O que importa é ter prazer  com o que se publica, independente do tema. 
E vale a lembrança: o blog pode não ser mais um "diário virtual" mas ele, com certeza, reflete seu momento atual e no futuro lhe dará uma visão sobre este período de sua vida.