Uma vez conversando com uma antiga colega de escola, lembramos de nosso ano escolar de 1996. 
Naquela época, raspar sobrancelha era algo super transgressor.

Um dia minha colega de classe apareceu com elas raspadas e a gente ficou meio em choque. 
Putz, você teve coragem?? 
 
Pegávamos o o busão juntas e o olhar das pessoas era bizarro. 

É tão louco pensar que hoje, por conta da popularização de certos tipos de maquiagem, raspar a sobrancelha tem se tornado uma questão de beleza e não mais de transgressão. É algo que ultrapassou o mundo alternativo chegando até em mulheres elegantes.
 
Talvez a principal diferença da época pra agora, é que as sobrancelhas eram raspadas, mas não desenhadas. Ficava-se SEM sobrancelha e esse é um visual que nem todo mundo sustenta, é verdade.

É interessante como as a estética, o comportamento, o que é aceito, belo, muda de acordo com as épocas e como conceitos mudam pelo caminho. 
 
O choque muda de foco e daí pra normalidade (ou quase isso) é um passo.



 


3 Comentários

  1. Disse tudo! No meu caso, passei por uma situação parecida na época dos cabelos coloridos. É bom ver que atualmente as coisas estão mais livres, mas percebe-se que "romantizou-se"... não sei se seria correto dizer que "perdeu o significado", mas é meio que como está agora. ~comercial~ heuhe!

    ResponderExcluir
  2. Acho que a gente que é alternativo passa por isso direto, né!?
    As sobrancelhas raspadas, os cabelos coloridos, os cortes diferentes, as roupas de caveiras e por aí vai... tudo que já foi transgressor e rebelde em uma época, em outra virou moda e tá todo mundo usando/fazendo, até mesmo os que criticavam.
    Sim, disso pra normalidade é apenas um passo.
    E você, como sempre, com as melhores reflexões... ^^
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela interação. Os comentários serão respondidos aqui mesmo ^-^