Mais um projeto dos blogs aliados do Universo Alternativo! Este mês o tema é "Sobre meu estilo pessoal".


Se eu tiver que resumir sobre meu estilo pessoal, eu diria que minha maior inspiração é o conceito de"Rockstar", uma inspiração empoderada, confiante e de atitude! Uma homenagem a todas as mulheres roqueiras que eu admiro e me espelho! 
E caso eu tenha que dizer como é meu estilo, eu diria: saia e blusa. O ano todo. Podem reparar: tudo que visto tem uma blusa e uma saia complementadas com outras coisas como corselets, cintos, meias calças, leggings, calçados e poucos acessórios. É isso, eu sou a mulher das saias.

Não uso muito estampas não porque não gosto mas porque raramente encontro alguma do meu gosto (às vezes encontro mas custam os olhos da face), então acabo usando peças mais lisas ou com poucos detalhes. Dentre todos os meus estilos pessoais, tem uns 3 que se sobressaem sendo que tem várias nuances em cada um destes estilos. Não estou com meus arquivos de fotos aqui, então vou usar umas que já tinha publicado no blog.

Rockstar Wannabe:
É minha expressão mais livre de moda alternativa onde misturo punk, rock, goth, clubber etc. Rockstars são exibicionistas, não ligam se os outros olham ou julgam, sentem prazer em se diferenciar! Foi esse tipo de comportamento que me fez adotar moda alt na adolescência e é o que mantém minha paixão falando mais alto. Falei mais sobre isso aqui neste post. É quando uso couro, vinil, verniz, spikes... materiais com mais impacto visual. Atualmente uso com menos frequência, mais no outono inverno - pois estes são materiais plásticos que combinam mais com temperaturas amenas - e fim de semana, eventos e shows. Inspirações estéticas e de atitude: Doro, Joan Jett, Shirley Manson, Siouxsie Sioux, Amy Lee, Floor Jansen, Ash Costello, Grog Rox...

Lady in Black / Retrô Atualizada:
Esse é meu lado mais gótico (gótico tanto no significado adjetivo quanto se referindo à subcultura) onde uso muita inspiração dark, horror, mistério... e por hora um  appeal mais "elegante" com ajuda de rendas e uso ocasional de elementos retrôs e glamurosos. Eu digo "retrô atualizada" porque tenho dificuldade de usar looks 100% retrô, sabe? Eu acabo preferindo peças mais modernas, atuais, diferentes e o retrô dificilmente se encaixa nisso já que usa peças "do passado", por isso meu retrô é atualizado: porque uso saia godê sem ser 50s demais, uso saia lápis sem ser 40s demais, uso blusinha bufante sem ser 80s demais e assim vai.
Inspirações estéticas e de atitude: Amy Winehouse, Patricia Day, Dita von Teese... Inspirações Blogueiras/InstaGirls: MothMouth (Through the Looking Glass), Susanna "Suski" (Desperate Hell), Sanna Nokkonen (Black Widow Sanctuary), Kriss Poison, Meagan Kyla (Coffin Kitsch), Kitty (Sophistique Noir), Villena Viscaria, Milla Marques (De Coturno e Spikes), Mariana (Marie Devireaux), Rosana (Bettie From Hell), Sarah Ametyst e outras mais! É o visu que uso qualquer dia da semana que eu estiver no espírito. 

Minimalista Elaborada:
Este é um conceito contraditório que significa que sou de uma base minimalista (adolesci nos anos 90 né mores) só que meu minimalismo pode ser ocasionalmente elaborado com acessórios chamativos e de impacto. É o visu do dia a dia.
Inspirações estéticas e de atitude: Marie Fredriksson, Angelina Jolie, Adora BatBrat - eu percebi que a Adora montava looks muitos semelhantes aos meus só que enfeita ao extremo, eu prefiro os visuais mais "minimal". Óbvio que, por ser adepta de visual alternativo o meu básico, o meu minimalismo dificilmente se encaixará nos conceitos destas palavras no mesmo significado mainstream.


 Podem reparar, meu estilo é bem definido: é blusa e saia e poucos acessórios
(sempre os mesmos ou sempre parecidos). 

[EDIT 20:03hr]: Esqueci de falar sobre consumo das roupas e acessórios. Normalmente peças básicas lisas eu compro em qualquer lugar. De loja popular à de departamento, elas são pra usar bastante e acabam gastando rápido. Roupas mais estilosinhas eu acabo optando por marcas, porque quero que estas peças durem muuuito tempo. Acessórios eu compro em qualquer lugar, sem restrição: de lojinha popular à loja mais cara pois como meu gosto é bem ~definido~ eu acabo pagando quando acho algo do meu gosto. Já calçado sou chata. Pode ser a marca alternativa mais cool do planeta mas se o calçado é desconfortável eu não compro "só pra ter um calçado bapho pra tirar foto". Até tenho uns calçados desconfortáveis guardados porque são lindos, mas dá pena não conseguir usar por mais de 2 ou 3 hr. Calçado pra mim é conforto. É o que mais tenho dificuldade de comprar.




Espero que tenham gostado e fiquem com o link dos blogs das outras participantes:

Projeto de Escrita Mensal UA
Janeiro • A História do meu Blog Fevereiro 
• O que aprendi com a blogosfera.
Março • Tudo aquilo que me inspira hoje.
Abril • 5 blogs que sigo e admiro! (Underground, please!)
Maio • Coleção de fotos que nunca publiquei.
Junho • Três postagens antigas favoritas.
Julho • Sobre meu estilo pessoal.
Agosto • Memórias da minha infância / adolescência.
Setembro • 10 coisas pelas quais sou grata!
Outubro • Sobre amores da minha vida.
Novembro • Vivendo na era digital.
Dezembro • O que este ano me ensinou?


Blogues que sinalizaram interesse em participar dos projetos:





6 Comentários

  1. "Minimalista elaborada" - essa frase muito me define também, heuhe! Eu estou começando a melhorar nesse lance dos acessórios agora, mas percebo que muito do que faço tem esse feeling minimalista, mesmo quando tento "ousar mais". E eu ainda tenho muito o que melhorar nesse lance "rockstar" que descreveste, Sana! Tem coisas que eu tenho receio de usar sim, onde eu moro é meio tenso pra isso, sempre rola aquele 'medo' de ser agredida, ou abusada, porque, bom, porque nosso país, infelizmente, tem essa mentalidade ainda... Mas estou começando a melhorar, percebendo "a hora certa de usar", se é que poderia dizer assim!

    Adorei o post! <3
    4sphyxi4.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jaque!
      Nunca fui de usar muitos acessórios e não acho que isso vai mudar tão cedo. Se eu uso 1 acessório de impacto pra mim já tá bom. Ou se eu uso uma peça de impacto, não sinto a necessidade de usar acessório. Não sei se um dia isso vai mudar! hahaha! :D

      Sobre o outro tema que vc trouxe, eu penso o seguinte: se EU escolhi usar uma estética fora dos padrões da sociedade, preciso estar consciente que poderei sofrer preconceito.
      Todas as cidades que morei, em algum nível, fui assediada na rua. Mas eu tenho uma personalidade desafiadora, combativa, no fundo eu 'gosto' de incomodar. Eu nasci pra incomodar kkkkk
      A maioria das pessoas que incomoda na rua são ~homens~ e pessoas mais humildes/religiosas. Homens são homens em qualquer lugar do mundo, vc sabe né? Não tem jeito. Esses eu me irrito muitíssimo! Mas as pessoas mais humildes/religiosas eu dou um desconto porque podem não ter tido a mesma oportunidade que eu tive na vida de ter um pensamento livre, eles me irritam num grau menor, digamos assim. Mas eu sempre procuro focar nas melhores coisas do caminho.

      E você pode reparar que o meu visual "rockstar" nem é pesado perto do visual de vários outros alternativos do Brasil, então imagino que eles sofram bem mais que eu! Mesmo com o visual "minimalista elaborada" sempre tem um pra me encher o saco. Mas como eu disse: fui EU quem escolhi sair dos padrões e preciso encarar minha escolha.

      Agora se você tem receio, se mora num local perigoso não saia sozinha toda montada ou vá com alguém até um ponto mais seguro. Se arruma num shopping, num banheiro de um local que vc gosta/frequenta e que seja de boas (depois entra em outro pra se desmontar e voltar pra casa), mas se expresse nem que seja no "minimalista" porque pode acontecer de as pessoas com o tempo acabam se acostumando de te verem no estilo.
      Não acho que isso se resolverá cedo no Brasil, mas eu estou aqui super disposta a mudar a mente das pessoas sempre que puder.
      Bjs! <3

      Excluir
  2. Muito bom,vc se define muito bem,e sabe escrever isso,eu até pensei em fazer esse post,mas desisti kkkkk,pq eu não sei me descrever tão bem assim.

    ResponderExcluir
  3. Finalmente encontrei a expressão que diz tudo sobre meu estilo 'rockstar wanna be'. Sempre me vesti inspirada nas bandas que curtia, mesmo não sendo tão feminina para vestidos e tal, imitei muito o Manson e o Axl quando mais nova. Camisetas de banda cortadas, jeans rasgados nos joelhos. SIM!
    Hoje em dia o que uso de mais diferente são coisas de personagens, não apenas de bandas. Acho que é o meu jeitinho de mostrar quem sou!
    Também detesto sapatos lindos e dolorosos. Por isso nunca usei salto xD
    A Bela, não a Fera | Youtube Channel | Vem conversar comigo no Twitter!

    ResponderExcluir
  4. Uau, Sana!
    Eu adoro o teu estilo, e curto muito o fato de a gente ser bem parecida nesse lance de usar duas peças (ou até mesmo uma) e empoderar. Tem dias que eu não tenho o mínimo saco pra montar algo mais elaborado (apesar que eu adoro) elaborado, principalmente em dias de calor! Amei entender um pouco mais o teu estilo! <3
    Beijão, Sana!

    www.vultuspersefone.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Aaahhh que amor! Fiquei muito feliz por saber que sirvo de inspiração pra você, que é uma grande referência para mim! Eu acho que me encaixei tanto no estilo retrô/goth por também ser minimalista. Por mais que eu goste de me arrumar, eu gosto de usar coisas práticas. Super me identifiquei!

    ResponderExcluir

Obrigada pela interação. Os comentários serão respondidos aqui mesmo ^-^